O que é IPSC?

Salve, galera! Tudo certinho?

Em nosso artigo de hoje iremos falar sobre o IPSC, afinal, você tem ideia do que significa e como funciona essa modalidade? Se ainda não, continue lendo que iremos te explicar tudo!

O Tiro Esportivo vem demasiadamente crescendo muito no Brasil nos últimos anos e em meio a esse crescimento, novas modalidades vão sendo inclusas neste esporte. No mundo do Tiro Esportivo, existem diversas de modalidades oficiais (como exemplo o Field Target, que é uma das mais conhecidas) e não oficiais, e dentro das modalidades de tiro oficiais, existe a IPSC, que é um conjunto de modalidades que já existem há mais 40 anos e que no Brasil foi inclusa apenas em 2012.

A sigla IPSC siginifca International Practical Shooting Confederation onde foi fundada em Columbia em Missouri nos anos 80, na qual o principal objetivo além de promover a modalidade, era disseminar o Tiro Esportivo pelo mundo e isso vem dando muito certo, o Tiro Esportivo a cada que ano que passa vem se tornando um esporte muito forte e muito praticado por diversas pessoas do mundo todo.

Os principais elementos do esporte são a Precisão, Força e Velocidade. Os tipos de armamentos utilizados no IPSC são de armas curtas, rifles e espingardas. A Confederação Brasileira de Tiro Prático (CBTP) é quem detém os direitos máximos para a prática do IPSC. No Brasil, cada Estado possui sua federação que é a quem organiza e divulga os eventos, e ao todo são 26 federações, mais de 171 clubes tiro e pelo menos 10 mil atletas registrados.

Nas competições de armas curtas, realizadas fora do Brasil, o calibre mínimo é o 9mm Luger. Devido as diversas normas legais em vigor, entretanto, existe (apenas no Brasil) uma categoria para o .380 ACP. Os modelos utilizados vão dos mais simples (padrão de fábrica) e até armas bastante customizadas, raramente vistas fora de uma pista de IPSC.

IPSC realizado em 2016 na Tailândia.

Dentro do campo de tiro, além dos objetos e itens inclusos na pista de tiro, existem os Oficiais de Competição (Match Officials), que são eles:

Ranger Officer (RO): É o que dá os comandos na pista de tiro, supervisiona o atirador e verifica se o mesmo está agindo de acordo com as regras impostas, além das declarações de tempo e de penalidades dadas ao atirador, assim fazendo com que a ficha de pontuação de cada atirador esteja preenchida da forma correta.

Chief Ranger Officer (CRO): É a maior autoridade sobre todas as pessoas e atividades praticadas na pista de tiro sob seu controle. Também supervisiona a aplicação justa, correta e consistente das regras do IPSC.

Stats Officer (SO): Supervisiona as pessoas da equipe da sala de stats, que coleta, ordena, verifica, tabula e guarda todas as fichas de pontuação e após publica os resultados provisórios e finais da competição.

Quartermaster (QM): Distribui, repara e faz a manutenção de todos os equipamentos da pista de tiro (alvos, tintas, cenário etc.) e outras necessidades fora da pista caso seja necessário.

Range Master (RM): Possui autoridade máxima sobre todas as pessoas e atividades praticadas dentro de toda a pista de tiro, incluindo desde a segurança até as aplicações de regras. O Range Master é na maior parte das vezes nomeado pelo Match Director.

Match Director (MD): Trabalha com a administração total da competição. Sua autoridade é total, exceto em assuntos relacionados a estas regras, que fica sobre posse do Range Master. O Match Director é nomeado pela organização.

Os alvos utilizados dentro da pista de tiro vão desde papelão até alvos móveis. O objetivo do IPSC é simples, basta o atirador completar a pista de tiro no menor tempo possível e com a maior pontuação. A pontuação de cada tiro é dada pela localização do projétil no alvo, na qual nos alvos é demarcado como zonas A (Alfa), C (Charlie) e D (Delta).

A pista do IPSC é construída e montada de acordo com seus princípios, levando em si a velocidade e segurança do atirador. A simulação em situações reais também é levado em consideração, ou seja, dentro do campo de pista podem haver portas, janelas, alvos móveis e entre outros objetos fazendo com o que o competidor realize movimentos de agilidade como saltar, correr, agachar e ajoelhar sempre com a melhor precisão e atento as regras de campo.

Antes do início da competição, fica sob ordem do Ranger Officer repassar todas as informações e regras aos grupos de atiradores. As categorias do IPSC vão desde a Júnior (até 21 anos) até a Super Sênior (acima dos 60 anos). Mulheres também possuem sua categoria exclusiva para elas nomeada como Damas.

Dentro do IPSC, as divisões entre o tipo de arma e o calibre são:

Open: As armas não possuem de modificações e o calibre mais utilizado é o .38 Super e o 9mm (liberado recentemente no Brasil).

Standard: As armas podem conter pequenas modificações, mas devem caber dentro do padrão de uma caixa de (225mm x 150mm x 45mm) e com o carregador inserido. Os calibres normalmente utilizados são .40 S&W e .45 ACP.

Production: As armas utilizadas devem ser originais de fábrica, ou seja, sem alterações. Os calibres mais utilizados são 9x23mm, 38 Super Auto, .40 S&W e .45 ACP.

Revólver: As armas devem ser originais de fábrica, com cilindro de 6 tiros no máximo e cano de até 150mm (6”). Os calibres normalmente utilizados são .38 SPL e .45 ACP.

Classic: É uma categoria recente e ainda em fase de testes, e praticada com pistolas modelo 1911, com poucas alterações permitidas. Os calibres mais utilizados são .40 S&W e .45 ACP.

Light: As armas devem ser de calibre .380 ACP. Esta divisão só existe no Brasil e seguem as mesmas regras da categoria Standard.

Shotgun: As armas, espingardas, podem ser de repetição ou semi-automáticas. O calibre normalmente utilizado é o 12 GA. A pista é a mesma das divisões anteriores, porém, são utilizados apenas alvos metálicos. As categorias da Shotgun são do tipo: Shotgun Open, Shotgun Modified, Shotgun Standard e Shotgun Standard Manual.

XXVII Campeonato Brasileiro de IPSC realizado em Cuiabá em 2015. Créditos: CBTP

É isso aí, galera! Este foi o nosso artigo sobre o IPSC. A modalidade é sensacional e vale muito a pena ser conferida de perto. Então, diz aí pra nós nos comentários se você já conhecia o IPSC.

O mundo do Tiro Esportivo é amplo e sem limites e afinal, por quê não você juntar com seus amigos e praticar esta modalidade com Carabinas de Pressão ou Pistolas de Pressão?

Mais informações e regulamentos, você pode conferir em: cbtp.org.br/regulamentos

E por hoje é só, um grande abraço e até a próxima!

Comentários

  1. Olá! Gostei muito do artigo. Vocês podem continuar trazendo mais artigos relacionados ao tiro esportivo (por ex: o IDSC), como tbm sobre tiro com arco e balestras e, claro artigos relacionados a pratica do tiro esportivo com armas de pressão.
    Grande abraço!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *